Sobre séries que perdem o foco (SMALLVILLE!)


Estava passeando pelos canais da tv de madrugada, e dei de cara com Smallville passando na Warner Chanel, já ia mudando direto, mas quando quando vi a Chloe com aquele cabelo da terceira temporada resolvi parar pra assistir, afinal, eu amava a terceira temporada.
Quando eu tinha uns 12 anos, minha mãe assistia, e amava, essa série super chata que passava no SBT. As únicas séries que eu já tinha visto até então, eram aquelas pra criança que passavam na tv a tarde: Kennan e Kel, Bloosom, Sabrina, e por aí vai.
Mas essa série da minha mãe... credo! Me matava de raiva, achava violenta demais, grande demais (eu estava acostumada com aquelas de 20 minutinhos que tinham risadas gravadas), "coisa de gente grande".
Um dia enquanto reclamava (só pra deixar registrado: isso ainda é minha especialidade) na frente da tv, dessa série besta que minha mãe dizia ser "a história do Super Homem antes de virar Super Homem", eu comecei a prestar atenção, e só com esse episódio, passei a gostar, E MUITO, de Smallville.
Foi uma coisa bem instantânea mesmo, um dia eu odiava e no mesmo dia já estava "NOSSA MÃE, É LEGAL MESMO! QUERO VER MAIS! QUANDO PASSA?" E corri pro meu blog pra comentar e postei essa foto:
Que coisa mais fofa, esse pessoal do Kansas.

Então lá fui eu, todos os dias, lá pelas 18:00 assistir Smallville dublado no SBT. A tv a cabo já tinha chegado aqui em casa alguns anos antes disso, mas como eu era muito bem informada (e só assistia a Nick), ficava vendo reprise de primeira temporada na tv aberta, enquanto a segunda já estava passando na Warner Channel. QUAL FOI MINHA ALEGRIA QUANDO DESCOBRI ISSO?!!!

"Descobertas" a parte, passei anos e anos assistindo Smallville, cheguei a torcer pela Lana e pelo Clark (que absurdo!) no comecinho, depois queria era ver a Chloe junto com ele. E queria, por que queria, ver o Clark virando Super Homem (Olha aí! A coisa que me fez fugir de Smallville algumas temporadas depois). Eu chorei quando 'irmão adotivo' do Clark morreu, e deles passeando de balão enquanto Superman tocava. Eu torcia pro Clark chegar perto da Kryptonita vermelha e ficar todo sem vergonha (rs). Eu queria dar um berro na cara do Mr. Kent por ser tão chato. Eu não conseguia entender como o Clark e o Lex, que eram tão amigos naquela época, puderam virar inimigos mais pra frente. Eu gostava de ver os freaks brigando com o Clark e querendo matá-lo.

Sem falar na super crush no Tom Welling, eu era Nanda Welling na época (inclua risadas infinitas nesse parêntese), antes de alguns me julgarem: antigamente todas as mocinhas tinham um sobrenome de "guerra" na internet, eu não era louca nem nada do tipo, isso era normal (e o que existia de srta. Desrosiers, não está no papel! hahahahahaha).

A quarta temporada foi a minha preferida, de longe. Tinha muito Smallville High, os romances do Clark, a Lois apareceu, tinham uma mistura dos freaks e história do Kal-El na medida certa. Eu amava, e tenho que confessar que estava viciada, e as amigas também serem não ajudava muito na minha sanidade, saber todos os nomes dos episódios de cor não era nada (até hoje ainda sei alguns hahaha). Eu era DESESPERADA para as Terças-Feiras chegarem, aí eu poderia ver Smallville na Warner . Baixar filmes e séries na internet naquela época (2004 por aí), nem passava pela minha cabeça. O fato é que depois de uma temporada super legal, a história foi caindo (na minha humilde opinião), eles saíram da escola. E meus olhos encheram de lágrimas nessa cena:
Tchau, Smallville High!


A quinta temporada foi decepcionante, mas nem passava pela minha cabeça largar, continuei. Na época era minha série preferida e eu não largaria de jeito nenhum. Cada vez mais aqueles papos super cansativos do Clark com o Joel-El, e chatices de Krypton me matavam de raiva. Eu queria saber da vida do Clark, e não do Super Homem. A liga da justiça me empolgou quando eu vi o trailer do episódio, mas depois eu fui perceber, que não era aquilo que eu gostava de ver. E veio a sexta temporada, pior ainda, a graça foi acabando e eu via mesmo por obrigação, porque por favor, eu amava Smallville, não tinha cabimento largar. Quando ele começou a usar só aquelas roupas vermelhas e azuis "por coincidência", foi demais pra mim. Vi a sétima temporada, e foi o que deu pra aguentar, prima de outro planeta, já era demais pra mim, isso sem falar que eles foram tirando todo o elenco principal aos poucos: o pai morre, a mãe vai virar senadora e some, some o Lex (COMO ASSIM?), e até a louca da Lana.

Quando eu fui perceber já tinham mudado tudo, e como foi aos poucos, eu acabei não percebendo. O foco da série tinha mudado completamente, eu não aguentava mais ouvir falar de naves, vilões interplanetários, fortaleza da solidão e blá blá blá. Eu queria menos super homem, e mais Clark Kent.

Nem o nome fazia mais sentido, deveria chamar Metrópolis não Smallville.

E foi aí que a série que até então era minha preferida, virou nada. Era come se tivesse sido cancelada, e esse final da décima temporada não significou absolutamente nada pra mim. E eu acho triste, porque pode parecer bobagem, mas Smallville teve uma pequena influência na minha vida.

Eu queria muito ser a Chloe, não que eu tenha virado uma louca com um new beetle vermelho (bem que eu queria) e cabelo loiro curto só pra imitá-la, mas por causa disso, escolhi minha profissão. Antes de Smallville, eu já quis ter todas essas profissões que todo mundo quer quando é criança. Mas quando vi a Chloe correndo pra lá e pra cá pra conseguir as matérias pro The Torch, eu decidi que era aquilo que eu queria ser quando crescesse. Eu ainda estou na faculdade, nunca trabalhei com isso e a cada dia que passa, me imagino menos trabalhando em um ambiente como aquele que eu sonhava quando via a série. Mas acho que mesmo assim, escolhi o curso certo.

E o foco?

E não é desculpa o Clark ter crescido, a Rory de Gilmore Girls, também cresceu, foi pra Yale, se formou e por fim foi trabalhar na campanha do Obama (quem lembra disso?). Mas Gilmore Girls nunca perdeu o foco, que era relação mãe e filha, até mesmo depois da Rory ter saído de casa. Não passou pela minha cabeça deixar de ver a série e nem ela ficou chata.

Ugly Betty também, perdeu totalmente o foco, começou uma mistura comédia e drama, acabou virando drama puro. E teve muitas mudanças sem sentido, só por causa de ator sem comprometimento. Qualquer um, que não fosse a protagonista, e recebesse convite pra fazer outra série, sumia na hora. É incrível, ficava tão óbvio os buracos e as histórias sem pé nem cabeça que eles inventam pra sumir com os personagens, que chegava a deixar com vergonha alheia. Eles sumiram com personagens importantes, como o Henry, Alexia, Christina, e por aí vai.
Os improvisos e tapa buracos foram tantos, que a série que chegou a ganhar vários prêmios, e era sucesso de público no início, foi cancelada por falta de audiência.

Mas quem assiste séries da ABC (principalmente ABC Family), deve ter reparado que eles não dão muita bola pra isso, atores entram e saem de suas séries por causa de outros projetos como se fosse estação de metrô seis da tarde. Ninguém está nem aí, se o 'Wren' de PLL quer sair pra ir pra uma série em que o papel dele é melhor, fique a vontade (e a série foi cancelada no terceiro episódios). E as coitadas das personagens (tipo Emily e Spencer) ficam como sirigaitas, porque trocam de 'amor da minha vida para sempre' uma vez por semana! Quem liga não é mesmo? EU LIGO! Se não se importam, cancelem e pronto. :)


---
Achou muito drama por nada? Quem liga?! O blog é meu (e é mesmo, não sou paga pra nada, falo o que eu quiser ;) e eu estava todos esses meses sem um pingo de vontade de postar. E não adiantava dizer: "hoje eu vou postar!", coisas assim não prestam. A vontade tem que aparecer quando ela quiser, mas veja só, ela apareceu de madrugada (lá pelas 3h), depois de um dia bem legal e por causa de Smallville, e eu achei que devia comentar.

E muito obrigada, todo mundo que gosta do wbn e me pedia pra postar. Juro que eu fico super emocionada, não fica aquela impressão de que estou escrevendo pro além. Podem não ser muitas pessoas, mas eu sei que passam por aqui por que tem vontade, sem nenhum interesse. E isso me deixa satisfeita :*

cheers!

Nanda

Ps. Enquanto escrevia esse post vi o Clark "possuído" tentando matar a Chloe, as máquinas doadas pela Luthor Corp serem tirados do The Torch, e Chloe dar uma surra na Lana (HAHAHAHAHAHAHAHAHA ACHO É POUCO), e me lembrei de como eu gostava de Smallville.

Ps2. E só pra registrar, o Ian, que hoje é adorado por vocês em The Vampire Diares já arrancava suspiros como o Adam, um rolo assassino-morto-psicopata da dona Lana nesse episódio.

Ps3. Vamos ver se volto com a programação normal de posts logo.

Ps4. Vi só 90 filmes até agora, vou ter que correr pra conseguir cumprir a meta.

Escrito por Fernanda Xavier

    Comentários Blogger
    Comentários Facebook

26 comments:

Maria Fernanda disse...

Eu também gostava mais de Smallville quando era a história do Clark Kent. Superman a gente já está careeeeca de ver, mas o Clark de verdade, sem ser aquele atrapalhado na frente de todo mundo para não levantar suspeitas sobre sua verdadeira identidade, sempre foi um grande mistério e acho que era isso que fazia o pessoal gostar de assistir.

Vitor Souza disse...

Nanda, que saudade dos seus posts!

Quando a foto de Smallville,pensei que iria falar do Series Finale...
mas enfim, é verdade que a série um pouco o foco,mas eu acho que se pode culpar o tempo por isso... 10 temporadas é coisa demais!

Acho que quando os roteristas perdem as ideias legais e as séries continuam sendo renovadas,eles começam a encher linguiça (vide Supernatural e Heroes por exemplo... duas séries excelentes que se perderam completamente.Supernatural originalmente era p ter só 5 temporadas,mas como a CW gosta de esticar as séries ela continua no ar..e todo mundo só na esperança de que volte a ser o que era.Muito triste isso...

Sobre a ABC... A ABC original não acho que não se importa com a saída de atores, agora a Family é sacanagem... que nem vc falou.Toda hora aparece o amor da vida da personagem que é trocado dois episódios depois sem nenhuma explicação coerente. E não é pq é adolescente que pode ser qualquer coisa pq nem na disney isso acontece!

UFA! deu pra entender alguma coisa? rs

ps: sabia que o Ian tinha feito Lost, não lembrava dele em S. Acho ele o melhor ator de TVD (junto com a Nina), série que deveria ser MUST SEE pra todo serie-maníaco. Tudo bem que vampiros já cansaram...mas a série é IMPECÁVEL! (tô até achando melhor que TB...)

Natália Puga disse...

Eu nunca fui HIPER VICIADA Em Smalville,mas lembro que adorava assistis uns episódios soltos do sbt. Mas hoje em dia acho um sacooooooo, ainda bem que acabou haha

Karol disse...

Minha mãe também amava Smallville! E no SBT, mesmo eu dizendo que aquilo não fazia sentido algum. E para mim o pouco sentido que tinha acabou na primeira temporada, me desculpe. Sem contar que o Super Homem sempre foi o super-herói mais chato de todos (sou Team Marvel e prefiro os vilões aos heróis da DC [Joker <3]). Também cheguei a torcer pelo Clark e a Lana, mas como não com aquelas músicas maravilhosas do Lifehouse como trilha sonora? Aí descobri que ela era uma vadia. E percebi como a Chloe era legal.

Nunca entenderei a beleza que todas vêem no Tom Welling, assim como no David. Sempre odiei as Srtas. Desrosiers. (Eu era Lady Riddle, heauiheauihaue).

A única razão pela qual não sinto tanto pelo fim de Veronica Mars na terceira temporada foi exatamente a mesma pela qual você reclama de Smallville. É óbvio que eu adoraria vê-la no FBI, mas tudo mudaria e a série acabaria perdendo o foco. É melhor ter as minhas três temporadas perfeitas do que várias defeituosas.

Acho que o mais detestável, no entanto, são mesmo as mudanças por causa do elenco. Grey's Anatomy é ótima, mas seria ainda melhor se não tivesse perdido tantos personagens por causa de intrigas pessoais. É realmente muita falta de comprometimento e profissionalismo.

Espero mesmo que volte com a programação normal do blog. :)

Fê Caetano. disse...

Oi, Nanda! Fiquei tão feliz em ler um post novo seu! Eu venho aqui todos os dias para ver se tem algo novo, seu blog está nos meus favoritos, então só clico e pá, rs. Fiquei mais realizada quando vi que era sobre seriados, comecei a ler o post sobre Smallville, e sabe? Eu nunca curti muito, na verdade, eu não assisti muito, só mesmo no SBT, dublado. Parece que essa serie é muito especial para você, mesmo não tendo acompanhado as últimas temporadas, isso me lembrou o quanto Friends foi e é para mim, eu comecei a assistir em 2003, bem no final do ano, bem próximo ao fim da serie, que foi no ano seguinte, e era tããão bom, assistir com aquela emoção de episódios inéditos,sem preocupação de que tinha algo a fazer, sem ser ver aqueles amigos. Quando chegou na parte de Gilmore Girls, pensei que você fosse dizer que havia perdido o foco, levei até um susto, pois eu sempre comento justamente o que você falou, depois de sete anos nós sempre acompanhamos o dia-a-dia de um relacionamento de uma mãe e filha. Eu sou apaixonada por Gilmore Girls, e como Smallville comecei a ver no SBT, como Tal Mãe, Tal Filha... Quando descobri a verdadeira voz de Lorelai Gilmore, quase surtei... haha Lembro-me como se fosse ontem. É um dos dvds de minha coleção favoritos, principalmente por ter sido minha primeira caixa de série completa, com todas as temporadas juntas. Ok, já falei muito. rs. Sei o que é não ter vontade para postar, eu sempre tento ser frequente no meu, mas nunca consigo. Ahn, está nos 90! Continue colocando como vai o andamento de sua meta... Como você disse das séries, não perca o foco! Espero por seu próximo post. Beijo graaaaande! =)

Dandra disse...

Adoro ler seus posts, eles são tão vc, entende? rs

Vc fala o que pensa, não enrola, e concordo quando vc diz que o legal é postar quando se tem vontade, postar só por postar, não tem graça.

Já gostei de Smallville. Eu tb assistia pelo Sbt, mas depois deu uma louca nos roteiristas, que deixei pra lá.

Tenho um lindo poster do Tom Welling até hoje hehehe

P.S.: Sabe aquela foto que eu falei que ia postar do meu cantinho da leitura? (acho q vc nem lembra mais rs). O que era o cantinho, não existe mais. Depois de um mês fora, por causa do note que deu pau, ganhei uma estante e tudo ficou diferente :)

Raysa Soares disse...

Vi todas essas coisas que vc falou passarem na minha cabeça como um filme, me lembrei de tudo o que vc falava e dos episódios super legais, tipo aquele em que as moças ficam "safadinhas", acho que o nome era "Spell" e aquele outro que ele joga Futebol!! Que saudade!!

Bárbara Kruczynski disse...

É íncrivel como lendo seu post eu consigo ver vc falando!!!! Adoro!

Cara, Smalville me conquistou naquele episódio que a Amy toma um suco nojento pra emagrecer e fica comendo gente....kkkkkkkkkk lembro tanto daquela época. Tbém via no sbt, mas aos domingos. apesar de ter net em casa....kkkkkkkkkk e ficar voando....

Eu lembro q parei de ver qndo cheguei na faculdade. Acho q já estava na 4 ou 5 temporada. Parei pq meu prof de DIP exigiu q agente assistisse LOST que BTW, tinha o Ian de TVD....rs
Que pena q a série chegou nesse ponto, sabe. Pq eu lembro como era legal.

Bem, eu tinha escrito um bando de coisas e deu erro... será q agora dá certo?
E qntidade de post não é melhor que o conteúdo, por isso, que todo mundo gosta do wbn!!! conteúdo!!!!

bjo

Nanda Grubstick disse...

Raysa, juro que me segurei pra não contar que a gente escreveu o nome desses episódios legais na parede da sala... de canetinha preta kkkkkk
sim, Spell e Devoted, alguns dos episódios legais! Facade (4x03) também foi bem legal hahaha

Mônica Bento disse...

Ei Nanda, sempre abro seu blog, e que surpresa boa ver atualização! hehe

Não fui fanática por Smallville em momento nenhum, mas acompanhei até a 4ª temp, pelo SBT. Achava super divertido e tb adorava ver todo mundo na escola rsrs Depois fui perdendo o interesse e larguei de vez. Concordo que a série perdeu o foco, ñ sei se era o plano dos roteiristas desde o começo ou o que, mas, pra mim, virou uma bagunça!

Se for pensar, é difícil uma série, ainda mais qdo ñ é de episódios independentes, se manter por 10 temporadas! É muito tempo!
É triste mesmo qdo uma coisa (série ou qualquer outra) que já foi mto importante pra gente perde o significado, né, e fica só na memória.

...Deisere Trindade disse...

Senhotira Welling! hahaha Eu era a Deise Radcliffe... tenho uma amiga que até hoje é Fernanda Furlong (por causa de um daqueles atores do filme KISS)kkkkk

Teu post reflete exatamente como eu me sinto em relação a Smalville. Parei de assistir quando os produtores "mataram" o pai do Clark... Mas eu adorava a série e agora ela terminou e nem vi como isso aconteceu... é triste!

Muito bom entrar aqui e ver um post novo!!! Esses posts dramatico com pitadas de humor alegram meu dia e minha vida!

OBS: por favor duendes das inspirações, iluminem a cabecinha da Nanda sempre!! hi hi hi

Nanda Grubstick disse...

Licença, mas me dá um desespero ler comentários desse tipo (com opiniões) e não responder de volta, então, vamos lá.

Maria Fernanda, concordo. Se a gente quisesse ver o Super Man "Lois e Clark" tá aí pra isso, sem falar dos filmes, que eu até já vi, mas não sou a maior fã, me cansam.

Nanda Grubstick disse...

Vitor, VIVA! EU POSTEI, mas vai saber se me empolgo pra continuar.
Até passou pela minha cabeça assistir o últio episódio, pra dar um tchauzinho digno. Mas sabe de uma coisa, acho que não ia valer a pena, eu não reconheço mais SV, esses dias vi a abertura e fiquei tipo "wtf????/// quem são essas pessoas??" só sobraram Clark e Chloe!

Eu sei só de Ugly Betty da ABC de verdade, muita falta de vergonha na cara!! ódio

Nanda Grubstick disse...

Karol, se eu parar pra pensar, realmente não faz sentido, ELE NÃO É NEM LOIRO! David é super esquisito mesmo, só jesus hahaha
Riddle? A pessoa é mais intelectual desde sempre hahaha

Grey's teve mesmo muito disso, eu confesso que desanimei de continuar a ver porque descobri que logo o George ia sair.

Espero que eu continue com coragem pra postar

Nanda Grubstick disse...

Fê, muito obrigada :) de verdade! Ainda bem que tem gente como você que continua vindo aqui, mesmo depois desse hiatus enorme.
Pode parecer bobagem, mas acaba fazendo parte da vida da gente né? Não é só um filme, nas série a gente conhece bem os personagens e faz a gente se sentir parte daqui (viajei?)
GG eu vi uns episódios no sbt, mas via mesmo pq não tinha o que fazer, eu achava o nome tão brega. hahaha

Nanda Grubstick disse...

Dandra, eu não sei se quando dizem que meus posts são tão "eu", eu deva levar como elogio ou crítica. Se no caso for elogio, obrigada!

Eu comecei ver no sbt, que apesar das traduções toscas, tem muitas séries legais :))

Ps.Lembro sim! Então quero ver a foto da estante depois.

Nanda Grubstick disse...

Bárbaraaaaaa, só espero que quando eu esteja falando, eu não faça tantos monólogos hahaha
omg! aquele suco de kryptonita é o sonho da minha vida!! Pena que depois tem que sair comendo as pessoas por aí...

Nanda Grubstick disse...

Mônica, muito obrigada :)
A quarta temporada foi minha preferida, tem muito foco na vida do clark no smallville high, e confesso que eu adoro essas coisinhas high school! hahaha então só juntar isso com os freaks que seria perfeito, como foram as 4 primeiras temporadas.
Concordo, 10 temporadas é muita coisa, é normal mudar um pouco, só que no caso eles mudaram tudo. Basicamente virou outra série.

É triste mesmo qdo uma coisa (série ou qualquer outra) que já foi mto importante pra gente perde o significado, né, e fica só na memória. +1

Nanda Grubstick disse...

Deisere, hahahahahaha eu já fui Nanda Welling, Nanda Pattison (época de hp4 uahsuahus), e por aí vai!! Que fase.

Nossa, aquele episódio do pai do Clark morrendo foi o começo do fim, triste.

hahaha valeu, mas eu leio meus posts e não consigo achar a graça deles, é só o jeito que eu costumo falar :P

Dandra disse...

É elogio siim :D

Barbara disse...

naaaaaaaaanda, que saudade dos seus posts, eles fazem meu dia! enquanto você puder, continue postando s2

sonhosentrepontinhos disse...

kkkkkkkk adorei o post, ri pouco neh! rs
Beijos, Mila ♥

@Camilla_Leitte
http://sonhosentrepontinhos.wordpress.com

Rafah disse...

Nossa, faz tempo que eu não venho aqui, Nanda. Que lindoooo seu novo lay!
Ahhh, meu caso de amor e ódio foi igual ao seu por Smallville, não gostava quando passava no sbt, mas ai do nada comecei a assistir e gostei *o* Mas nunca gostei da Lana (argh morra) hfjkhjsahjkhasjkfa Mas larguei a série na 6ª/7ª temporada, começou a ficar chato e forçado demais, coisas acontecendo rápido demais, além de que eles começaram a formar a Liga antes mesmo do Superman existir (aff ¬¬) Adorava o Lex (casa comigo?) A série cabou e eu nem sei como! Nem adianta assistir tbm, nem sei o que aconteceu com a série depois que eu larguei, mas até imagino como: ele virando Superman e blá blá blá (coisa que já tava acontecendo há umas temporadas atrás)
Adorei o post passado tbm, até procurei algumas séries e vou acompanha-las. Espero não largar no meio do caminho (igual eu fiz com Hellcats e PLL)
Bjoss <3

Emelly disse...

Pra falar a verdade, nunca gostei de Smalville, até porque eu era bem novinha quando a série (pelo que dizem) era legal. Mas fiquei muito feliz que você postou! Tava sentindo falta do blog. :D

Tatiana disse...

Demorei MUITO pra comentar, mas aqui estou! \o/
Antes de mais nada, eu estou extasiada até agora com o meu box de Gilmore Girls que comprei de aniversário! Eu amo tanto essa série! Ela não perdeu o foco, continuou sempre inteligente (eu adorava aquela música que a April cantou no ônibus pra uma excursão, dos elementos da tabela periódica) e a relação da Lorelai e da Rory só cresceu e evolui. Acho que ela serve de exemplo pra todas nós, não só pelo amor que as duas têm entre si, mas o companheirismo, os diálogos, a liberdade de expressão... *-* Eu amo essa série.

Daí eu começo a pensar nas séries que eu também gosto, como Friends, The Big Bang Theory, Nikita (MEU DEUS, QUE FINAL DE TEMPORADA FOI AQUELA???), e me vem na cabeça uma série que eu amava e que perdeu TOTALMENTE o foco: The OC.

Tudo bem, eu praticamente não vi a primeira temporada, mas do pouco que eu vi, não mudou muito com a segunda e até uma parte da terceira.
Mas vamos combinar que algo que não deveria ter acontecido que foi o responsável pelo naufrágio: a morte da Marisa! Até hoje eu não me conformo! Ela não devia, pra início de conversa, ter se envolvido com o Volchok. Tudo bem, ele era lindo demais (ele ainda é) e tal, mas o Ryan... É o Ryan! O Ryan! Todo mundo chora!
E aquilo da Summer virando ativista/do-meio-ambiente? Tah, ela precisava de uma mudada, mas assim tão radical? Ela não lavava o cabelo - isso contou muito pra que eu não gostasse - foi expulsa da faculdade...
Portanto, The OC me decepcionou em vários aspectos. Vários. E ainda assim eu quero comprar o box! XD #fãéfã

E você iria me bater se eu te dissesse que nunca tive muita vontade de ver Smallville? =) E agora que eu vi que a série perde o foco, menos ainda!
E eu também assistia a muitas série da Nick! MEU DEUS! Eu adorava Shelby Woo, Taína (ou algo assim), Sabrina (<3)... Tenho muita saudade desse tempo! *-*

Hmm... Acho que era isso que eu lembro que ia comentar... Sabe como é, eu li o post tem muito tempo, mas não ia dar tempo de comentar. Daí, agora que eu estou de férias \o/, já dá pra tirar todo o meu atraso! =D
Beeijo! ;3

Fernanda Leite disse...

Tá. Eu nunca assisti Smallville. Sério.
Tipo, eu tenho curiosidade, mas é só pelas primeiras temporadas, quando ele tava na escola e tudo. Tipo, eu amo essa coisa de escola! A série se passa em uma escola? Tô assistindo! O livro fala de pessoas na escola? Estou lendo! (tá, mentira, se for de terror, eu passo longe. Se for de suspense, eu penso algumas vezes antes de tentar)
É horrível ver a série perder o foco. Eu adorava Ugly Betty! Era tão legal! E tipo, de vez em quando, quando acordo de madrugada e fico passando os canais de dois em dois segundos, e está passando Ugly Betty, eu paro e fico: "tipo, O QUE tá acontecendo? Como assim esse personagem agora é assim? E o outro tal?". Lógico que isso é normal para quem nem sabe a temporada que está passando, ainda mais quando nem acompanhava direito (sou uma vergonha...), mas sabe quando você simplesmente SABE que tem coisa errada naquilo? Pois é!
Gilmore Girls eu achava que poderia perder o foco, mas não perdeu! Eu morria de raiva na parte que a Rory e a Lorelai não se falavam, porque eu adorava as conversas e tudo, mas até a separação delas teve a sua parte boa! E tipo, acabou logo!
Tipo Nikita. Eu adoro, amo de paixão, mas a Tatiana tava me contando que assistiu o último episódio da primeira temporada e tipo, como assim a Alex agora está em dúvida se ajuda a Nikita ou a Divisão? Ficou louca, colega? A Divisão é do mal! Se bem que não dá pra eu falar muito, porque o último episódio que vi foi o 9, acho... ¬¬'
Vou tomar vergonha na cara e assistir tudo.

Beeijo!

Postar um comentário

Pode falar. Nós retribuímos os comentários e respondemos qualquer dúvida. :)