Switched at Birth

Ahh a ABC Family, a mesma que eu vivo xingando pela falta de compromentimento com os espectadores, é que faz muitas das minha séries preferidas. Terça voltou Pretty Little Liars (AEAEAEEEE TODOS GRITAM, e que episódio foi aquele? super digno de season premiere!) e estreou The Nine Lives of Chloe King, que eu ainda não sei se vou continuar vendo, depende dos próximos episódios. Mas isso não vem ao caso, esse post é exclusivo pra minha mais-nova-a-entrar-na-lista-das-séries-favoritas: Switched at Birth!

A série estreou dia 6, mas só fui ver no domingo (12), e logo nos primeiros 5 minutos meus olhos já se encheram de lágrimas, pode? Eu não costumo chorar muito vendo filmes ou séries, mas fiquei super comovida no início. 
A série conta a história de duas adolescentes trocadas no hospital quando eram bebês. Bay Kennish cresceu em uma família rica e vive com os pais, John e Kathryn e o irmão Toby. Daphne Vasquez passou toda a vida em um bairro pobre, na companhia de sua mãe, Regina e a avó. 
A Bay depois de perceber muitas coisas diferentes entre ela e a sua família, insiste em fazer um exame de DNA, e descobre que ela não é filha biológica dos pais com que vive desde sempre, ela foi trocada na maternidade. 
O legal é que eles contam toda essa história nos primeiros minutos, sem enrolação e sem buracos, ficou um ritmo legal que não cansa sabe?

Do elenco, só conheço a atriz que faz a Bay, ela era a filha do Luke em Gilmore Girls e participou daquele filme The Clique (super bobo, mas com roupas lindas) e o Lucas Grabeel (HIGH SCHOOL MUU-SIII-CAAAL!!), o resto do pessoal nunca vi na vida, mas fui com a cara de (quase) todos. 

Muitos bonitos, o Emmett (amigo da Daphne) é muito lindo (ruivo!), já imaginaram uma declaração em língua de sinais?  FOFO! 



Indico... MUITO!
Quem assistir depois me diz o que achou ;)

Escrito por Fernanda Xavier

    Comentários Blogger
    Comentários Facebook

16 comments:

Dandra disse...

Eu tô acompanhando a série. Fiz até um post pro blog quando vi o episódio piloto.

Gostei bastante também.

Dai disse...

Acabei de assistir o piloto. Estou assim: ai-meu-deus-que-graçinha! Me encantou, vou continuar vendo.
Também chorei hahah

Bárbara Kruczynski disse...

YAY!!! Post digno de muitos comentários pq a série é mesmo diferente de tudo que tá no AR!
Confesso que tbém me emocionou e fiquei pensando no tanto de conflitos que os roteiristas tem ali pra cutucar!!! ;p

Karlinha disse...

Nanda, eu vou acompanhar essa série já ouvi falar sobre ela. Amei o post mulé!
Ótimo post!
Karlinha
www.coffieandmovies.com.br
Não deixe de visitar, aproveite as promoções que estão rolando!

Nathaly Brenner disse...

Oi!
Comecei a assistir a série hoje, mas já tô gostando muito!
A Bay eu consegui lembrar que era de Gilmore Girls, mas o irmão dela eu sabia que conhecia de algum lugar, agora eu sei de onde!
A Daphne é legal também, acho que é minha personagem favorita até agora. E só vi dois episódios mas cada vez mais cresce um ódiosinho pelos pais da Bay, eles são tão esnobes e enxeridos! Aff!

Abraço!

Vício de Cultura disse...

Adorei o post, pois estou acompanhando a série e gostando MUITO dela! hehehe

Beijo
Will
Vicio de cultura

Vitor Souza disse...

Muitos bonitos, o Emmett (amigo da Daphne) é muito lindo (ruivo!), já imaginaram uma declaração em língua de sinais? FOFO! -- haha ri muito


Série legal... mas tô vendo coisa demais (e confesso q fiquei traumatizado com bons dramas da ABC Family por causa de MIOBI. Era bom e depois virou insuportável)

Polie disse...

VI só o trailer mesmo. Parece bem bacana, mas ultimamente nem estou assistindo muitas séries. :(

bjo

Mary *-* disse...

Ahh, Switched at birth...mais uma série pra minha lista de séries que eu disse que não passaria de cinco, mas agora tem sete (graças ao Vitor com "Vampires diaries" e a você com"Switched at birth"). Enfim, não quero viciar, mas nenhuma das que eu já vejo daria pra desistir...

SWITCHED AT BIRTH!!!!
Que série legal!! Ainda bem que eu teimei em não seguir minha lista e resolvi ver essa série que você tanto falava. Eu to adorando! Demais!!! Sem enrolação, engraçada na medida certa e com drama só o suficiente. Ainda tenho que ver o terceiro episódio, mas os dois primeiros...não conseguia apertar o pause de tanto que tava louca pra ver como continuava :)

Depois você vai fazer algum post sobre a segunda temporada de PLL? Porque, sério...UAU!!!!!!!!! OMG!!!!!!!!!!!
Mas isso é assunto pra outra hora...rsrs

Beijos e curta suas férias ;)
Ainda marcaremos de fazer algo!

Tatiana disse...

Own, que vontade de ver essa série! O problema é que eu não tenho paciência de ver no computador, sabe como é? =S Eu posso até passar muito tempo nele, mas sabe quando a pessoa não consegue passar muito tempo fazendo só uma coisa, e tem que mudar o tempo todo? Então, tenho esse problema... Mas eu com certeza verei a série se vier para o Brasil!
E você falou de PLL e eu me lembrei que no último episódio da temporada tocou Time To Be Your 21, e aí eu me lembrei de Instant Satr, do quanto eu gosto dessa série, do fato dela já ter acabado, e do fato de I Don't Know If I Should Stay ser a minha música da fossa do ano passado, quando os meus Phillies perderam a final da liga nacional para os Giants, que ainda venceram os Rangers na World Series. Sério, se você tivesse me visto chorando com a Fernanda quando os Phillies perderam, você ia nos achar loucas. Mas sabe como é, eu amo baseball... =)
E as músicas da Alexz Johnson são boas. Eu adorei Voodoo.

E outra coisa que eu sempre penso quando falam em troca na maternidade: eu sei que não fui trocada nem nada, mas eu sempre me pergunto se eu REALMENTE sou a Tatiana! Tipo, eu era igual a Fernanda e tudo mais (apesar de dizerem que ainda somos iguais, eu não acredito nessa conversa), vai que esse pessoal não colocou a pulseirinha na pessoa certa!? O que aconteceria comigo?? Perderia a minha identidade! O_O'
E isso dá muito medo. Mas eu prefiro pensar que, assim como os meus pais sabiam, o pessoal da maternidade também me diferenciava da Fernanda por eu ter muito mais cabelo (oO' Nem tanto) que ela.
Tomara mesmo.

Beeijo! ;3

Mônica Bento disse...

Quero ver, parece mto bem feita e fofa, hehe. Vou só esperar juntar alguns episódios, pra ñ ter q ir 'catando'

PS: tenho birra com a ABC Family por ter cancelado '10 things I hate about you' sem nem ter uma temp. completa! Eu reclamei tanto qdo anunciaram q iam fazer, depois cedi, vi, quis mais, e tiraram de mim. Isso não se faz! =(

Érika Peixoto disse...

Tava procurando por uma série boa pra assistir (já que a maioria das que acompanho terminaram a temporada). Acabei aceitando a sugestão de ver Switched at Birth e baixei o primeiro episódio assim que terminei de ler o post. Já assisti os três episódios que tinham saido, um atrás do outro. Amei a série!
Bjs,

Natália Puga disse...

confesso que não tenho muita vontade de ver... ainda não assisti nenhum ep da volta de pll e nem terminei MIOBI, achei que ficou chatinha... você gostou?

NathaliaM disse...

também to acompanhando essa e ADORANDO!

To vendo 'Nine Lives' e confesso q to gostando, hahaha.


aproveitando pra falar do layout do blog (fazia tempo q nao passava aqui então nem sei se é novo, enfim..) tá mt bonito!

Mayra disse...

Eu gostei de Switched at Birth. não me empolgou totalmente, mas gostei.
Acho os pais da Bay muito chatos, credo! E já tinha uma birra com o "qse irmão" da Daphne por causa de 90210, não gosto do ator...
Mas a Daphne, o Emmett e a mãe dele (única atriz que eu já conhecia, rs) estão fazendo valer a pena.

Super tenho o pé atrás com a ABC Family...
Até agora o que não decepcionou foi só PLL.

Nataly disse...

Ainda estava na dúvida se começava a ver essa série, mas acabei de decidir: vou acompanhar. *-*


Nataly Nunes
@critiquinha
http://critiquinha.com.br/

Postar um comentário

Pode falar. Nós retribuímos os comentários e respondemos qualquer dúvida. :)