This year's GIRLS!

Michael Ausiello falou: a Fernanda foi correndo atrás. Eu não lembro exatamente quando, mas o Ausiello comentou no twitter dele (pra quem não conhece ele é "O cara" no mundo do jornalismo de tv, inspiração, a pessoa que tem o emprego dos meus sonhos!) sobre essa série nova da HBO chamada Girls. Assisti o trailer. Legal, pareceu mais uma série que eu ia gostar, mas nada que fosse mudar minha vida (hahahaha olha o 'Nandadrama'!)
Dia quinze de abril Girls fez sua estréia na HBO americana, e no dia dezesseis mesmo eu fui assistir. Piloto chato. Mas vamos lá, vou assistir mais um, não gosto de abandonar série no primeiro episódio.

Chega o segundo episódio "Vagina Panic", meu Deus! Com um nome desses deve ser ainda mais esquisito que o piloto. Mas não! No segundo episódio tudo fica melhor, você conhece as personagens, um pouco da vida de cada uma e no final, já está encontrando você mesma em alguma delas...


Girls

A história se se passa em Nova York, onde quatro amigas na faixa dos 20 e poucos anos, tentam se virar  naquela época chata e desesperadora da vida que é a "pós faculdade", o início do ~o que vou fazer pro resto da vida~. 
Não querida leitora de 17 anos que vai prestar vestibular final do ano, as coisas ficam feias MESMO quando você estiver acabando a faculdade, quando papai e mamãe já não tem mais obrigação nenhuma de pagar suas contas (ai que medo disso!) e você precisar dar um jeito na sua vida.
E é assim que começa a história...
Marnie, Hannah, Jessa e Shoshanna

Os pais da Hannah, a protagonista, vivida pela Lena Dunhum que também escreve, dirige e produz a série (!!!!!), avisam que não vão mais sustenta-la. ACABOU o dinheiro. Chegou a hora de procurar um emprego, sair do estágio não remunerado que provavelmente iria ajuda-la quando ela fosse publicar seu livro. Hannah é escritora e está escrevendo seu primeiro livro, que segundo ela são suas memórias, mas sabe como é, antes de escrever, ela precisa viver... lógico!
Nenhum trabalho parece dar certo, e pra completar o festival de coisas ''boas'', ela tem um rolo/caso/chame-do-que-quiser com o Adam. O rapaz trata ela como lixo,  não está nem aí pros sentimentos dela. E apesar de ficar muito mal por causa disso, ela não faz absolutamente nada pra mudar, só age de um jeito mais esquisito ainda, como se ele estivesse fazendo um favor ficando com ela. (Meninas, PELO AMOR DE DEUS! NÃO SEJAM ASSIM).

Em Girls não existe o glamour de Sex and the City, não existem sapatos de grife e caras maravilhosos, você vê como a vida realmente é quando você tem  20 e poucos. Em Girls você encontra aquela sua amiga que não dá muito valor no namorado aparentemente perfeito (não vou citar nomes! não me xinguem meninas :*), a outra que não quer compromisso com ninguém e só aproveita a vida, a amiga neurótica e desesperada que vive de assistir tv, ler livros e fazer referências da ficção antes de viver a própria viva, a amiguinha que corre atrás do "rolo" feito uma idiota, enquanto ele a despreza e só responde as mensagens quando ELE QUER, e ela espera. Sempre espera. E, claro, vai correndo atrás quando ele chama. 
Em Girls a gente se encontra, seja nos milhões de rolos da Jessa, na vontade louca de ser perfeita da Marnie, na busca por encontrar a si mesma da Hannah ou no desespero da Shoshanna por não ter feito as coisas que todo mundo já fez.

Girls é maravilhoso porque é real. Você vê sua amiga, sua prima, sua colega de trabalho, sua vizinha, a amiga da sua amiga, a menina do francês, a colega da faculdade, você SE VÊ. 
A gente não vai passar por todos os problemas que todas elas passaram, mas eu te garanto: se você viver no mesmo planeta Terra que o resto de nós, vai se encontrar em algum canto do roteiro da Lena Dunham. Os diálogos são tão naturais (me segurei pra não colocar 27482942024 mil gifs aqui!) que faz a gente pensar que a Lena pegou coisas que já aconteceram na vida dela e simplesmente colocou dentro da tela. Sabe aqueles episódios que você assiste já pensando em correr pro tumblr atrás das quotes?! Então!
Eu estou apaixonada, e não posso garantir, mas existe a possibilidade de que essa possa virar minha série favorita! Já assistir 3 vezes todos os episódios e o timing não poderia estar mais certo. Gente, que coisa chata é ter 21 anos e ficar naquela expectativa "o que vai ser da minha vida?!"  E olha que eu faço planos, metas, blá blá blá. 

Como diria a queridíssima Shoshanna:

"I'm a lady. She's a lady. You're a lady. WE'RE THE LADIES!"


A primeira temporada teve 10 episódios e a segunda já foi confirmada♥. Vale a pena prestar atenção nas músicas dos créditos, uma melhor que a outra, e quase todas de bandas não muito famosas. A Lena Dunham tem apenas 26 anos anos e criou a série sozinha, é até engraçado ver os créditos o nome dela se repete mil vezes! Eu já virei fã da moça, depois escrevo sobre Tiny Furniture, que se parece muito com a série e também é incrível :)

Assista. Se encontre.
Eu sou 60% Shoshanna e 40% Hannah.
E você?

Girls estréia dia 23 de Julho, às 22:00 na HBO Brasil! 


xoxo


Shosh... er... Nanda!

Ps.: Os garotos também podem assistir, é bem legal pra saber como funciona nossas cabeças confusas e complexas hahahahaha.
Ps2.: Não se preocupem, não é um drama sem fim, e as pessoas mudam.
Ps3.: Acreditem ou não, mas você vai achar o Adam fofo (eventualmente).
Ps4.: O sorriso da Hannah no final do episódio 7 é uma das coisas mais verdadeiras, emocionantes e "vida real" que eu já vi em qualquer série. E pela quantidade que assisto, eu posso garantir.
Ps5.: Falei um pouco de Girls na minha coluna sobre séries no blog da Galera Record, confiram.

Escrito por Fernanda Xavier

    Comentários Blogger
    Comentários Facebook

11 comments:

Hellen disse...

Com certeza vou assistir. Seu post me convenceu totalmente disso, e só pelas descrições eu acho que já me vi e vi amigas aqui.
Ps: Eu tô chocada que essa garota tenha 26 anos e essa cara de 16 O.o, e ainda escreva e protagonize a série (muitos parabéns para ela).

vitor souza disse...

Girls... na primeira vez que vi, detestei. Abandonei o pilto na metade. Depois de um tempo, com a temporada já terminada, dei mais uma chance e bem... não me APAIXONEI (pra ser sincero), mas achei excelente. A série é bem equilibrada entre drama e comédia. Tem momentos que ri alto (a cena da hanna com o Elijah no bar é a melhor kkk) e outros que senti o clima mais sério... Mesmo sendo uma série direcionada ao público feminino acho que, assim como eu, os meninos podem tb se identificar, afinal, TODO mundo passa por essa (terrivel) fase "WHAT THE HELL I'M GONNA DO WITH MY LIFE!?". Concordo com vc, realmente vale a pena ver :)

ps: Adam JERKE (não importa se ele mudou rs)
ps2: todos dizem que não gostam da Hanna, embora a entendam, mas ela é minha girl preferida! Embore goste muito tbm da doidinha da Soshana rsrs (odeio a Marnie.
ps3: Sou 35% Charlie e 25% Shoshanna (os outros 40%.. não sei) rs
ps4: li em algum lugar que até a trilha sonora reflete um pouco da personalidade de cada uma. E realmente, se vc for reparar... Acho legal tbm que é uma trilha bem eclética. Vai de Scissor Sisters a Demi Lovato!

Tatiana disse...

OMG OMG OMG! Eu lembro quando vi a primeira propaganda da série e eu pensei: TENHO.QUE.ASSISTIR. Quer dizer, eu tenho 20 e poucos (aaaah, já tenho 21! =O), já estou paranóica com o que vai ser da minha vida quando eu acabar a graduação (detalhe que estou indo para o segundo semestre ainda) - e que provavelmente vai se tratar de pós, mestrado e doutorado, até eu sair da minha zona de conforto que é o estudo - e acho que essa série vai ser um grande tapa na minha cara: pelo o que li aqui, sou a cópia cuspida da "amiga neurótica e desesperada que vive de assistir tv, ler livros e fazer referências da ficção antes de viver a própria viva". Porque, sinceramente, o que eu vivi até agora? Claro que não considero viver como você sair por aí sem rumo, se embebedar e ter um monte de histórias horríveis que farão da sua reputação um cocô do tamanho do Empire State, mas sejamos francas: mudar algumas vezes de cidade, passar por vários problemas e nunca ter tido graaandes emoções é mesmo viver? Acho que talvez possa ser, e essa série pode me mostrar onde posso mudar isso! XD
Sem contar que, jovem de 20 e poucos anos em NYC: sonho dos meus 20 e poucos anos! Já faz um tempão que eu quero ir pra lá fazer um curso (eu sei! Sou nerd!) sobre a ONU, mas com certeza minha vida não se limitaria a isso (até porque, minha vida também diz respeito a jogos de baseball, principalmente se os Phillies estão envolvidos). Então a série seria aindamais útil pra eu conhecer a cidade! \o/

Fernanda, esqueça Londres e vem pra NYC comigo! Vamos fazer "Girls: O Reality Show!" ou "The Real Girls"! =D E com o cachê, vamos mudar o formato do programa para Sex and The City mirim! hahahahahaha

Amei o post e já vou colocar minha televisão pra gravar a série (já que eu acho que estarei viajando no dia e eu não gosto muito de ver pelo computador)! E depois vou te contar as minhas impressões e com quem eu me identifiquei! \o/
Mil beijos! ;3

Fernanda Leite disse...

Pra começar: acho que vou adotar o “Nandadrama” na minha vida! HAHAHAHAHA
Mas vamos falar de Girls, sim? Eu não lembro exatamente onde que eu ouvi falar pela primeira vez da série, mas assim que ouvi, fiquei louca para assistir, porque disseram que era tipo Sex and The City de adolescentes, e como eu nunca consegui assistir uma temporada sequer da série adulta, eu não poderia deixar de ver a adolescente. Sem contar que eu tenho uma quedinha por histórias adolescentes, acho que vou ser uma pra sempre (pelo menos no que se trata de livros e tal). E outra coisa: como não assistir uma série cujo segundo capítulo se chama “Vagina Panic”???
Essa fase do terminar a faculdade e ver o que vai fazer pro resto da vida... Bom, eu nunca pensei nisso. Sério! Porque pra mim, quando eu terminar a faculdade de administração, vou fazer a de Hotelaria <3 e já são mais quatro anos. Então tipo, são oito anos de estudo, que eu terminarei com 27 ou 28 anos... Já vou ser considerada adulta pela sociedade, né? Mas aí eu vou querer fazer especializações, mestrado, doutorado, MBA, pós-doutorado (porque eu quero ser chamada de doutora por mérito próprio, e não porque me formei em Direito ou Medicina)... SEM CONTAR que, estudando sempre, eu vou sempre ter minha carteirinha de estudante, e convenhamos que os shows do Michael Bublé são ótimos, mas meio carinhos... Não é sempre que você consegue pagar R$250 para conseguir ver suas ruguinhas nem nada!
Eu sei que tem a parte do “se sustentar” e todas essas coisas que assustam, mas acho que dá pra levar, né? Sem contar que eu sempre me acalmo pensando: Geralmente, as pessoas que acabaram de se formar em Hotelaria acham que já estão preparadas para ser gerentes, mas não estão. Se eu já tiver formada em Administração... Bom, vou estar mais perto de ser gerente que elas, né? E eu sei que a vida do profissional é atribulada, não tem rotina e tudo o mais, mas é tão lindo!
Sobre o Adam: isso me faz lembrar o Tom, de É Agora... Ou Nunca, da Marian Keyes, já leu? (é meu livro preferido dela, LEIA! Se passa em Londres!), que namora a Tara. Sério, que mulher é essa que deixa o cara tratá-la como nada e mesmo assim acha que o relacionamento é bom? ANTES SÓ QUE MAL ACOMPANHADA! Tenha amor próprio, mulher!
Sério mesmo que eventualmente acharemos o Adam fofo? Vou ter que ver pra crer! Se bem que, há um ano atrás, você postou sobre o seu reader da Sony e disse que as pessoas poderiam morder a língua como você e um dia se render a eles, e na época eu pensei “Acho que isso vai ser meio difícil...”. Bom, hoje eu digo: EU PRECISO DE UM! /o\ #merendi
“a amiga neurótica e desesperada que vive de assistir tv, ler livros e fazer referências da ficção antes de viver a própria viva”. Opa. Só não vivo de assistir TV, mas o resto... Que tapa na cara da minha realidade. Mais um motivo para assistir, eu acho. Preciso mudar essa parte da vida, não?
AMEI o post! Aos poucos vou colocando a casa em ordem e comentando em tudo o que falta. Não vou prometer isso, mas vou tentar, juro!

Beeijo!

Tatiane Alves disse...

Acho que TODAS deveriam adotar o "Nandadrama" Hahahaha'

Assisti o primeiro episódio de GIRLS e abandonei, aqui em casa, eu e minhas irmãs assistimos, nossas séries juntas, e como elas não gostaram, eu abandonei por causa delas...

Porém lá no fundo, eu queria continuar assistindo, tenho 25 anos, elas 15 e 16, muitaaaas coisas que vimos, elas com certeza não entendem, mas eu, que já passei pelas situações e algumas ainda passo totalmente...Rs' fiquei meio maravilhada, com o fato de uma série ter um roteiro, DE VERDADE! Se é que me entendem.

Voltei a assistir, sozinha e online...e não é que me apaixonei, muitaaaaaaaaaaaas das frases e pensamentos, eu queria ter dito, ou já disse, sou 10% Hannah e 90% Shoshanna, o que me faz um ser quase louco, porém, ao mesmo tempo, encantador...(Modestaaa!) *-*

A trilha sonora é ótima, as atrizes também e roteiro!? Nem precido dizer...hehe.

P.S.~> Eu acho o Adam fofo, ás vezes.

P.S.² ~> Não acredito que pessoas mudam, mas sim, que elas se tornam aquilo, que elas nasceram para ser.

P.S.³~> Sempre imagino e sonho, que a única coisa que falta em GIRLS, era se passar na cidade de LONDRES e não em NY!!Hehe'

É sempre um prazer passar por aqui, vou tentar comentar mais...Beijãoooo Meninas! Sucesso!

=D

Nanda Grubstick disse...

Hellen, é uma coisa assustadora! Principalmente quando você vê ali uma coisa que você é/faz e fica querendo que alguém te dê um tapa BEM FORTE pra ver se você acorda pra vida UAHSUASHAUH
:P
*palmas pra Lena* muito talento né? Os diálogos <3 my heart!

Nanda Grubstick disse...

Vitor, mas com aquele piloto assustador, como não ficar O.O? Claro que você nunca iria de apaixonar, tem que ser uma moça sofredora pra amar aquilo com toda a vida UAHSUAHSUAH (sério u_U)
Como você disse: ""WHAT THE HELL I'M GONNA DO WITH MY LIFE!?"" essa fase "fim-do-mundo" acontece com todo mundo (ou vai acontecer) então aí não tem como não se identificar.

Adam is a sweetheart ok?! Melhor do que os caras que se fingem de bons moços e no final se revelam crias em primeiro grau do diabo UAHSUAHSUAUHSUAHSUAHUSHAUSH Ele se mantinha distante e apático, porque BEM, pelo jeito que a Hannah tratava ele, era como ele tinha que retibuir! A partir do momento que eles "definiram a relação" ele mudou completamente :) E pra melhor!

Nanda Grubstick disse...

Fê, por favor não adote! É muito mais prejudicial pra vida do que bom u_U trust me! E quem inventou isso foi uma (quase) ex amiga minha (sim, gente que não é mais amiga(o) é ex amiga(o) e ponto!), e pode ter certeza NÃO FOI UM ELOGIO da parte dela u_u
O maior erro desse povo foi divulgar a série comparando com SatC, porque é basicamente o OPOSTO, mas o que não fazem pra vender uma coisa?! hahahaha
Sua vida já está bem encaminhada, não se preocupe que você não vai sofrer feito a Hannah rs Eu estou encaminhando a minha, mas só agora que as coisas começaram a fazer MUITO MAIS sentido sabe?! :) Parece que as peças estão se encaixando e eu já sei que rumo tomar, aí daqui pra sempre é só ir pra cima *-* Bom, espero que dê tudo certo rs
O Adam trata a Hannah como ela pede, digamos assim. Quando ela não diz o que quer e fica disponível/chata demais pra cima dele, ele é chato com ela. Mas a partir do momento que eles definem o que são, ele se torna o namorado ideal :)

Obrigada por sempre vir aqui :*
xoxo

Nanda Grubstick disse...

Tati, somos trigêmeas mesmo! porque eu tenho 21 também HAHAHAHAHAHAHA Todas nós somos um pouquinho Shoshanna ou Hannah, sorte de quem é Jessa, mas as piores são as Marnies, que não dão valor em tudo de maravilhoso que tem na vida.
"mas sejamos francas: mudar algumas vezes de cidade, passar por vários problemas e nunca ter tido graaandes emoções é mesmo viver?" achei lindo! Concordo com isso, eu não acho que eu tenha vivido de verdade até hoje, mas acho que ainda esteja em tempo :)
Tati, vamos pra Londres fazer nosso reality show" auhsuasuaushaush :D sex and the city mirim é ótimo kkkkkkkk

xoxo

Nanda

Nanda Grubstick disse...

Tatiane, não faça isso :( faz mal pra saúde, sério!
Não abandone, o piloto é esquisito mesmo, mas eu juro que melhora :)
Suas irmãs são novinhas, por isso elas não vão gostar mesmo (difícil) mas continue vendo... te garanto que vale a pena! Aí depois você me conta tá?
Acho bom ser em NY mesmo, porque gente, eu ia ficar muito triste em ver as "novas adultas" sofrendo em Londres lol
Obrigada pela comentário :) Volte sempre viu? :D

xoxo

Bárbara Kruczynski disse...

Meu, que série mais lombrada de boa!!!!
hahahahahaha
Chegou na época certa na minha vida. sério, sério, sério..;..hahahha ainda não vi tudo, tô no meio da temporada...rs vlw mesmo por indicar, Nanda. Nuh! BOA DEMAIS!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! E eu sou uma HANNAH DECLARADAMENTE com uns 10% de shoshanna tbém...ahuahauhauahuahua
O tumblr tem taaaaaaaaaaaanto gif legal, que eu piro qndo vejo de girls ! ah,nem... deveria ter visto antes. !!!!

Postar um comentário

Pode falar. Nós retribuímos os comentários e respondemos qualquer dúvida. :)