Creed: Nascido Para Lutar



A série ''Rocky'', iniciada lá em 1976, conta a jornada de Robert ''Rocky'' Balboa, um lutador da Filadélfia que ganhou o coração do mundo com seu modesto jeito de ser. O carismático personagem, criado e interpretado pelo ator Sylvester Stallone, é protagonista de seis filmes, o último lançado em 2006. Sua história ganhou ainda mais projeção pela ótima construção do pano de fundo dos filmes e também pelos dramas pessoais de seus personagens antagonistas como o treinador Mickey (Burgess Meredith) o amigo Paullie (Burt Young), a esposa Adrian (Thalia Shire), o filho Júnior (Milo Ventimiglia) e a amizade entre Rocky e o também lutador Apollo Creed (Carl Weathers). Agora, aposentado e em busca de sossego, Balboa é intimado a vencer um novo desafio: voltar ao ringue como treinador de ninguém mais, ninguém menos que o filho de Apollo, Adonis (Michael B. Jordan), iniciando assim uma nova série e passando seu legado a frente.

O longa tem direção de Ryan Coogler (Fruitvale Station: A Ultima Parada) e marca a primeira vez em que Stallone não é roteirista nos filmes sobre Balboa. Assim, quem delineia o futuro destes personagens é o próprio Ryan em parceria com Aaron Covington.
Sinopse:
Adonis Johnson (Michael B. Jordan) nunca conheceu o pai, Apollo Creed (Carl Weather), que faleceu antes de seu nascimento. Ainda assim, a luta está em seu sangue e ele decide entrar no mundo das competições profissionais de boxe. Após muito insistir, Adonis consegue convencer Rocky Balboa (Sylvester Stallone) a ser seu treinador e, enquanto um luta pela glória, o outro luta pela vida.

 O enredo aproxima duas histórias de vida completamente distintas, contudo, que se conectam e se entrelaçam por vários fatores, um deles o desejo da superação. Adonis (Jordan), órfão de pai e mãe, foi obrigado desde cedo a se defender de abusos e perseguições nos orfanatos por qual passou. Mas ao começar a receber ajuda e apoio da ex-esposa (Phylicia Rashad) de seu pai, o garoto conquista uma nova oportunidade de vida. Anos mais tarde, Adonis decide ir em busca do que sempre quis, lutar profissionalmente. Procura então um grande amigo do pai, o ex-lutador Rocky Balboa (Stallone), e pede que o treine.

Aposentando e levando seus dias cuidando de um pequeno restaurante em Filadélfia, Rocky (Stallone) recebe a visita de Adonis e pede ao garoto que desista da idéia e procure um emprego comum. O ex-lutador, já não mais em forma e acrescido de vários anos de experiência, tem de lidar com o espaço vazio deixado pelo filho, pela esposa falecida e pelos amigos que também já se foram.Todavia, Balboa e Adonis iniciam uma amizade e aos poucos um auxilia o outro a vencer obstáculos do passado e do presente. O rapaz também conhece a cantora Bianca (Tessa Thompson) e ganha motivos extras para perseguir seu tão sonhado futuro.

Adonis Creed (Michael B. Jordan) e Apollo Creed (Carl Weathers), separados pelo ringue e unidos pelo amor à luta.

O elenco tem tamanho e intensidade. Se modela por seu frescor e também por sua experiência. Stallone emociona de uma forma distinta que das outras vezes. Os dramas de Rocky aqui se elevam e dão ao ator a chance de mostrar uma nova faceta, a velhice do personagem e a sua própria maturidade. Para quem assistiu ou está acompanhando as noticias dos prêmios, o ator ganhou o Globo de Ouro de melhor performance coadjuvante em filme dramático e tem grandes chances de levar indicações ao Oscar. Michael B. Jordan, que trabalhou com Coogler em Fruitvale Station: A Última Parada, faz novamente um excelente trabalho e galga espaço para o futuro de Adonis com muita consistência. Phylicia Rashad, que interpreta a viúva de Apollo, se faz necessária e conduz conflitos distintos na vida de Adonis, Tessa Thompson vive uma cantora que se envolve com o jovem lutador e dá a trama seus próprios dramas, não sendo ali somente decoração. Os atores que vivem os adversários de Adonis, André Ward e Tony Bellew também trazem muito aprendizado.

Adonis (Michael B. Jordan) e Rocky Balboa (Sylvester Stallone) na famosa escada do Museu de Arte da Filadélfia, Pensilvânia.
 A condução de Coogler é certeira e define o tom vencedor da trama. Ela se inicia um pouco lenta, mas vai alcançando ritmo. Os dramas acompanham bem a mensagem do filme e a edição de Claudia Castello e Michael P. Shawver confirmam isto. 

A trilha sonora reage ao contexto do enredo e deixa de lado tons conhecidos para buscar o seu próprio. É enfática em melodias mais modernas e faz uso do Hip Hop, mas aqui e ali Ludwig Goransson nos faz relembrar momentos emblemáticos da série. A introdução de uma personagem mais artística (a namorada de Adonis é cantora) também traz uma boa carga musical. 

Em suma, o filme nos ganha pela história de Rocky, mas a força que Adonis demonstra consolida a vontade de vê-lo no futuro. Aliás, já está confirmado que haverá uma continuação em 2017. 


 Trailer

 

Ficha Técnica: Creed, 2015. Direção: Ryan Coodgler. Roteiro: Ryan Coogler e Aaron Covington - Baseado nos personagens criados por Sylvester Stallone. Elenco: Michael B. Jordan, Sylvester Stallone, Tessa Thompson, Phylicia Rashad, Andre Ward, Tony Bellew, Richie Coster e Graham McTavish. Trilha Sonora Original: Ludwig Goransson. Edição: Claudia Castello e Michael P. Shawver. Gênero: Drama. Nacionalidade: EUA. Distribuidor: Warner Bros. Duração: 02h14min.
  Avaliação: Te vence por três rounds e meio (3,5/5 - Bom) ! ! !

 HOJE NOS CINEMAS!!!

See Ya!
B-

Escrito por Bárbara Kruczyński

    Comentários Blogger
    Comentários Facebook

1 comments:

Maria Eu disse...

Foi uma boa idéia para que possamos saber o legado de Apollo, filmes Rocky Balboa são divertidos e deixar uma mensagem, eu cresci com eles, tem um dos melhores discursos que eu vi, muito reconhecimento de tudo uma história de sucesso, ganhou, fala-aperfeiçoamento, o conhecimento de nós, os sonhos que podemos alcançar, acho que em Creed nascido para lutar filme completo o drama é bem dosado com uma história de amor que experiente muito bem ver o Sr. Stallone é a alma da sequela é uma jóia, eu estava à beira das lágrimas de tanta nostalgia, são tiros espectaculares lutas é uma garantia, eu recomendo.

Postar um comentário

Pode falar. Nós retribuímos os comentários e respondemos qualquer dúvida. :)