Truque de mestre: O 2º Ato

Hocus Pocus, desviei seu foco. Estreia na próxima quinta-feira, 9, nos cinemas de todo o país “Now You See Me 2” (Truque de Mestre: O segundo ato – em português), continuação da franquia iniciada em 2013.

Desta vez, os Quatro Cavaleiros, equipe composta por J. Daniel Atlas (Jesse Eisenberg), Merritt McKinney (Woody Harrelson), Jack Wilder (Dave Franco) e a nova adição, Lola (Lizzy Caplan) querem limpar seus nomes e expor Owen Case (Bem Lamb) magnata da tecnologia. Eles retornam da pausa de um ano para um show que vai elevar os níveis de ilusionismo no palco, mas, para surpresa de todos, Thaddeus Bradley (Morgan Freeman) faz com que sejam desmascarados. O jovem Jack, que até então era dado como morto foi apresentado e Dylan Rhodes (Mark Ruffalo), agente do FBI foi exposto como integrante do grupo. Em fuga, eles acabam indo parar em Macau, na China, deixando para trás apenas Dylan para trás.

Em Macau, a mando de Walter Mabry (Daniel Radcliffe) filho adotivo de Arthur Tressler (Michael Caine) são sequestrados e, para reaver sua liberdade, precisam roubar um chip poderoso o suficiente para dar acesso a qualquer computador do mundo. A fim de alcançarem o objetivo os cavaleiros vivem seus desafios e arquitetam novo plano enquanto fogem do FBI no que culmina em um grande desfecho.

O elenco conversa muito bem entre si. Seja para os momentos de discordância entre os personagens ou para os momentos de atividade e execução dos planos arquitetados. Morgan Freeman, mesmo aparecendo menos que no primeiro filme está sensacional, o Daniel Radcliffe tem uma participação divertida, mas ainda acredito que só está no filme por conta do nome, a Lizzy Caplan trouxe muito de comédia para sua atuação e gostei disso. Agora, o Woody Harrelson dominou nesse assunto. A cara dele já é engraçada ao natural e ainda tem os momentos em que ele contracena com ele mesmo na pele de seu irmão gêmeo. Já o Jesse Eisenberg... bem, eu praticamente vi o Lex Luthor em alguns momentos. As intenções, as movimentações do ator e tudo mais lembram um bocado.

A direção de Jon M. Chu (G. I. Joe: Retaliação) é interessante. O filme é dinâmico e funciona melhor que o primeiro, apesar de ter momentos um tanto desnecessários. Os enquadramentos e cenas de ação são bem filmados e dão foco ao que se pretende mostrar (ou não mostrar, já que é um filme de magia e ilusionismo).

O roteiro de Ed Solomon (Truque de Mestre,MiB: Homens de Preto) também funciona. O longa resolve muita coisa apresentada no primeiro filme e explica um pouco da vida Dylan Rhodes com seu pai. O Olho é introduzido e, no geral, não apresenta muitas falhas. Há um desfecho que pode ser entendido como possibilidade de uma continuação.

Brian Tyler é o responsável pela trilha sonora da trama e traz músicas divertidas, dançantes e que encaixam bem com os momentos de ação e aventura.

Em resumo, com co-produção de David Copperfield é um bom filme. Diverte bem, é mais dinâmico e proporciona umas risadas. Tem trilha sonora boa, que faz dançar, os efeitos especiais são relativamente bons e os truques de mágica fazem mesmo a gente prestar atenção. Vale a pena assistir no cinema, mas sugiro que assista o primeiro filme para não ficar perdido.

Trailer
video

Ficha Técnica: Now You See Me 2, 2016. Direção: Jon M. Chu. Roteiro:Ed Solomon, Pete Chiarelli, Boaz Yakin, Edward Ricourt. Elenco: Woody Harrelson, Daniel Radcliffe, Jesse Eisenberg, Michael Cane,Morgan Freeman, Mark Ruffalo, Dave Franco, Lizzy Caplan, Jay Chou, Sanaa Lathan, David Warshorfsky e Tsai Chin.Edição: Stan Salfas. Trilha Sonora Original: Brian Tyler. Gênero:Suspense, Crime. Nacionalidade: Eua. Distribuidora: Paris Filmes. Duração:01h55min

Nota: 3/5
Até a próxima. 
;)

Escrito por Leandro Lisbôa

    Comentários Blogger
    Comentários Facebook

1 comments:

Vale Loza disse...

Obrigado pela informação sobre Lizzy Caplan, tê-lo muito presente em outras séries. Ao longo das quatro temporadas da série Masters of Sex, você pode ver a maturidade e solidificação da série, incluindo atores que foram desenvolvidos junto com os personagens, o elenco inclui Lizzy Caplan, Michael Sheen, Caitlin Fitzgerald, Teddy Sears etc. encarregado do roteiro é Michelle Ashford, diretor John Madden, que estava encarregado de Shakespeare no amor e, claro, o argumento do livro de Thomas Maier, para mim, a série é o melhor, o assunto pode ser complicado, no entanto, é muito bem gerido, Dr. William Masters e Virginia Johnson, dois pioneiros na pesquisa da sexualidade.

Postar um comentário

Pode falar. Nós retribuímos os comentários e respondemos qualquer dúvida. :)