O Motorista de Táxi - 41ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo

No primeiro dia de Mostra Internacional de Cinema de São Paulo o público vai poder conferir uma seleção de filmes de qualidade, bem como em todos os outros dias do evento (o festival ocorre entre os dias 19 de outubro e 01 de novembro). 

Na lista de selecionados poderá ser visto o sul-coreano 'O Motorista de Táxi'. Longa de Hung Jang (The Front Line) que é baseado em acontecimentos reais na época de uma ditadura ferrenha, no final dos anos 70, na Coréia do Sul.

Com boa dosagem de comédia, um certo exagero no drama e na edição, o filme é uma grande homenagem ao bom caráter de um homem sul-coreano que lutou pelo fim da ditadura do jeito que pôde, sendo taxista, e de um alemão que reportou tudo ao mundo. 

Nos papéis principais, os atores Song Kang- ho (O Expresso do Amanhã) e Thomas Kretsmann. O roteiro é de Yu-na Eom.

Trailer


O enredo é centrado na vida do taxista e pai de família viúvo, Kim (Song Kang-ho). O motorista vive cheio de dívidas e desafetos com os vizinhos até o dia no qual escuta um outro taxista dizer que um alemão pagaria uma quantia boa para alguém o levar em uma cidade próxima a Seoul, dominada por protestantes e pelo exercito do país. Kim corre ao encontro do gringo e o leva para filmar a revolta naquele lugar caótico e acaba ficando próximo de tudo o que está acontecendo a sua volta. Enquanto isto, sua filha pequena está sob os cuidados de uma vizinha e tem de lidar com as implicâncias do filho dela.


Há um tom indie muito maravilhoso aqui e isto se mistura ao jeito 'próprio' da Coréia do Sul em se apresentar na telona. O roteiro peca por estender muito os atos e explorar muito a dor daquele momento de anarquia, todavia, constrói bem seus personagens e não deixa o pano de fundo da trama sumir do nada. Pelo contrário, acopla as 'histórias' de cada um ao dilema vivido naqueles tempos difíceis. 

O personagem de Kang-ho, Kim, é o grande destaque, mas sobra tempo para todos os outros. Seu bom estranhamento com Thomas é sensacional e o bate bola dos dois vira uma parceria emotiva. Jun-Yeol e Hae-jin conseguem nos fazer admirar as características doceis dos homens que interpretam e a conexão que eles fincam com Kim é singular. Há um personagem carrancudo e que vive perseguindo os taxistas protestantes que merece atenção também pela vilania irredutível. Um homem do exército que não tem escrúpulos e vai até o fim para cumprir as ordens do governo. A família que toma conta da filha de Kim também não passa batido e traz ótimas cenas.

Há momentos certeiros para a trilha sonora e ela nem é demais e nem de menos. Na lista de canções utilizada no filme, ouvimos composições fofíssimas. O figurino usa o contraste das cores para enfasar a personalidade dos personagens. Kim, por exemplo, é sempre visto em tons amarelos e verdes. Cores, aliás, que aparecem muito no longa para retratar a vivacidade daquela nação, mesmo em um momento tão atroz. Os takes são simples e se alternam entre enquadramentos completos dos personagens e mais fechados. O trabalho de fotografia aqui não deixa nada fora de foco e engrandece a paleta de cores diversa. 

Taeksi Woonjunsa, titulo original do longa, é filme de emoção, comédia, realidade e que revela o como a ditadura pode ser o período mais terrível que as nações já vivenciaram. Além disso, muito do que se passa na tela é assimilável com as situações do mundo atual. #valerefletir


Ficha Técnica: Taeksi Woonjunsa, 2017Direção: Hung Jang. Roteiro: Yu-na Eom. Elenco: Song Ka-Ho, Yoo Hae Him, Thomas Kretschmann, Jun Yeol-Ryu,  Hyuk-Kwon Park, Gwi-hwa Choi, Hae-Jin Yoo. Gênero: Drama, Baseado em fatos reais, histórico. Desing de Produção: Hwa-sung Cho e Yi -jing Jeong. DistribuidoraCalifórnia Filmes. Nacionalidade: Coréia do Sul. Duração: 137min.

A película representa a Coréia da Sul na submissão de filmes enviados ao Oscar 2018. 
Boa sorte ao país!

Confira os horários do longa pela Mostra SP:

O MOTORISTA DE TÁXI (A TAXI DRIVER), de Jang Hoon (137'). CORÉIA DO SUL. Falado em coreano, inglês. Legendas em português. Indicado para: 16 anos.
PLAYARTE MARABÁ - SALA 1 19/10/17 - 20:00 - Sessão: 79 (Quinta).
CINEARTE 1 21/10/17 - 17:50 - Sessão: 189 (Sábado) 
CINE CAIXA BELAS ARTES SALA 3 29/10/17 - 17:30 - Sessão: 993 (Domingo). 
RESERVA CULTURAL - SALA 2 30/10/17 - 21:40 - Sessão: 1191 (Segunda). 
ESPAÇO ITAÚ DE CINEMA - AUGUSTA SALA 1 31/10/17 - 14:00 - Sessão: 1228 (Terça) 


Avaliação: Três jantares feitos pela vizinha  e noventa e cinco pesares na alma (3,95/5).

See Ya!









B-

Escrito por Bárbara Kruczyński

    Comentários Blogger
    Comentários Facebook

0 comments:

Postar um comentário

Pode falar. Nós retribuímos os comentários e respondemos qualquer dúvida. :)