Oito Mulheres e Um Segredo


Com a era do empoderamento em pleno vapor, era questão de tempo vermos o cinema dar voz a narrativas femininas e Hollywood tem deixado claro que a indústria avança com seu tempo e a vez da caça a tubarões e dinossauros, finalmente, chegou (Time's Up).

Assim, pelo mundo inteiro tá lindo assistir mulheres se unindo e brilhando cada vez mais. Esta semana o público terá uma baita amostra disto nas telonas quando estrear 'Oito Mulheres e Um Segredo'', longa de Gary Ross. A produção junta grandes e premiadas atrizes, entre elas, Sandra Bullock, Cate Blanchett, Anne Hathaway, Helena Bonham Carter, Sarah Paulson, Awkwafina, Mindy Kaling e a cantora Rihanna, para mostrar um grupo de mulheres que se une para dar um mega golpe e ficarem bem na fita.

O filme é, na verdade, baseado nos personagens criados por George Clayton Johnson e Jack Golden Russell para uma peça e adaptados para o cinema em 1960 com Frank Sinatra no papel principal, mas aparece como um spin-off da trilogia dirigida por Steven Soderbergh, em 2001, ''Onze Homens e Um Segredo'', que trazia George Clooney, Brad Pitt, Matt Damon e muitos outros astros.  Ali, o grupo de homens também era expert em fraudes e golpes. Aliás, os personagens de Bullock e Clooney são conectados por um laço de família e por isto o longa consegue embasar bem o rumo que as coisas tomam.

Trailer

Ao deixar a prisão, Debbie Ocean (Bulock) logo inicia um plano para voltar ao mundo do crime e se vingar de quem a botou atrás das grades, seu ex-namorado Claude Becker (Richard Armitage). Encontra sua ex-parceira Lou (Blanchett) e a propõe assaltarem um colar de diamantes valiosíssimo, durante uma noite de gala que acontece anualmente no Museu Metropolitano de Arte, em Nova York, e conta com a presença de celebridades e astros do cinema. Para isto as duas reúnem um big time de mulheres com talentos para diversas áreas: Nine Ball (Rihanna) é a Hacker, Amita (Kaling) a avalista de jóias, Constance (Awkwafina) a ladra mão leve, Tammy (Paulson) a interceptadora e Rose ( Bonham Carter) a estilista famosa que poderá ajudá-las a escolher a joia certa para roubarem do pescoço da estrela Daphne Kluger ( Hathaway). 



Com ótimas sacadas, bons alívios cômicos e um redesenho justo para os papéis de cada atriz, Oito Mulheres e Um Segredo entrega uma produção tão bem alinhada quanto a vista anteriormente com Clooney e companhia.

O roteiro sabe as falas que precisa que cada uma das super atrizes ali fale, direção foca no brilhantismo das moças e a edição segue o mesmo design do filme de Soderbergh. Todas estão bem em suas encarnações. Rihanna que não é assim uma 'pro' como as outras conseguiu embarcar no ritmo e tem cenas engraçadas. Sandra e Cate dão um banho em George e Brad, mas vemos muito dos moços nelas. Aliás, notem a foto de Danny Ocean/George Clooney em uma das cenas. Ele é a presença mais constante, pois seu personagem tem parentesco com o personagem de Sandra - também dão as caras dois dos parceiros de Clooney. Mindy e Awkwafina ganham seu espaço e trazem cenas hilárias. Bonham Carter tem um trejeito meio bobo, porém é o que se pede ali. Paulson está incrível como uma mãe 'acumuladora' e Hathaway aparece parece ser a cereja do bolo.

O figurino de Sarah Edwards emana elegância e isto é algo que não poderia faltar, pois a base da trama com Clooney apresentava muito exuberância. Todos os personagens, na verdade, se conectam pela ambição de poder e luxo. A trilha sonora de Pemberton funciona de um jeito maravilhoso e pode ser suave em muitos momentos ou dinâmica para atender a corrida frenética dessas moças.


Ficha Técnica: Ocean's 8, 2018. Direção: Gary Ross. Roteiro: Gary Rosse e Olivia Milch - baseado nos personagens criados por George Clayton Johnson e Jack Golden Russell Elenco: Rihanna, Sandra Bullock, Cate Blanchett, Helena Bonham Carter, Awkwafina, Mindy Kaling, Anne Hathaway. Gênero: Comédia, Ação. NacionalidadeEUA. Trilha Sonora Original: Daniel Pemberton. Figurino: Sarah Edwards. Fotografia: Eigil Bryld. Edição: Juliette Welfling. Distribuidora: Warner Bros Pictures. Duração: 01h50min.
Divertido, leve e muito recomendado.

Avaliação:  Três assaltos bem orquestrados (3/5).

07 de junho nos cinemas!

See Ya!











.B

Escrito por Bárbara Kruczyński

    Comentários Blogger
    Comentários Facebook

0 comments:

Postar um comentário

Pode falar. Nós retribuímos os comentários e respondemos qualquer dúvida. :)